Bate Papo

Top Musical
  • 1
    Anderson freire

    Anderson freire

    Raridade
  • 2
    Gisele Nascimento

    Gisele Nascimento

    Janela da Alma
  • 3
    Delino Marçal

    Delino Marçal

    Deus é Deus
  • 4
    Midian lima

    Midian lima

  • 5
    Alisson e Neide

    Alisson e Neide

    Paulo e Silas
  • 6
    Preto No Branco

    Preto No Branco

    Ninguém Explica Deus
Publicidade
Twitter
Redes Sociais
                
Estatísticas
   Visitantes:  2143
    Usuários Online:  1
 

Notícias » Geral

29 de Dezembro de 2017
Temer suspende auxílio aos municípios e prefeitos se revoltam. CE perde R$ 99 mi
Clique para ampliar

Em ato de completo desrespeito e descaso com as administrações municipais de todo o país, foi informado, nesta quinta-feira (28), que o repasse pactuado e reafirmado em diversas oportunidades pelo presidente da República, Michel Temer, não será repassado no exercício de 2017. O mais grave é que essa notícia foi dada justamente no dia em que estava previsto o depósito dos valores nos cofres municipais.

A Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), em nome dos municípios e dos gestores cearenses, juntamente com todo o movimento municipalista nacional, manifestou seu total repúdio à falta de compromisso do Governo Federal em relação ao Auxílio Financeiro aos Municípios de 2017. Segundo o presidente da Aprece, Gadyel Gonçalves, os 184 municípios do Ceará deixam de receber R$ 99 milhões. Os prefeitos esperavam o dinheiro para fechar as contas de 2017.

A Aprece ressalta que essa atitude surpreendeu todos os prefeitos e prefeitas do Brasil, que confiaram na palavra e no compromisso do presidente, e fizeram seu planejamento de encerramento financeiro do ano contando com os recursos prometidos. A situação enfrentada pelos municípios é alarmante e, devido a isso, a Aprece irá organizar um movimento, na próxima semana, com os gestores municipais cearenses, de forma a manifestar contra o ato leviano do Governo Federal com as administrações municipais.

“O sentimento que fica é o de revolta, pela confirmação de que o auxílio financeiro, tão justo e necessário para os municípios e a população, está condicionado ao apoio político para aprovação da Reforma da Previdência. Os prefeitos e prefeitas do Ceará não aceitarão calados esse ato covarde de desrespeito. E a Aprece será a voz desse grito de revolta que ecoa em cada município do Ceará”, disse a entidade.


+ NOTÍCIAS


Copyright © 2019 - Demonstração do site administrável RádioRD1 v7.1